Os Maiores Motivos de Stress em Viagens de Avião

Viajar de avião é algo tão comum que faz parte da rotina de praticamente todos nós. Seja a trabalho ou a lazer, embarcar em um avião é algo corriqueiro e costuma ser tranquilo em boa parte das vezes. 

Mas, infelizmente, existem alguns incidentes que não só tiram a paciência dos passageiros como também causam grande estresse, provocando até mesmo problemas de saúde em que está ali, no aeroporto, e quer apenas chegar ao seu destino final. 

Você sabe quais são os maiores motivos de estresse em viagens de avião? Não? Então acompanhe esse texto. Separamos aqui alguns eventos que podem dar uma enorme dor de cabeça, e como evitar boa parte destas situações. 

Voo cancelado

Um dos maiores motivos de estresse para quem faz viagens de avião são os voos cancelados. As razões para que essa justificativa são várias: manutenções não programadas, que retiram aeronaves de circulação, sem tempo de substituição ou excesso de tráfego aéreo estão entre as campeãs. 

Quando acontece um voo cancelado, o estresse é enorme porque as pessoas que enfrentam um voo cancelado sofrem prejuízos não apenas emocionais como também financeiros. 

Compromissos são perdidos, despesas com hospedagens, reuniões ou até mesmo passeios programados não podem ser cumpridos, gerando enormes transtornos. 

Para evitar se deparar com um voo cancelado em cima da hora, a recomendação aos passageiros é verificar, com a companhia aérea, o status da partida, avaliando também se aquela linha tem histórico de cancelamentos. 

Voo atrasado

Depois do voo cancelado, os atrasos são incidentes que despertam grandes crises de estresse, afinal muitas vezes o evento acontece na última hora, sem que os passageiros tenham tempo de se programar. 

Isso é muito comum quando acontecem mudanças climáticas repentinas, como tempestades que ganham força antes mesmo que as companhias aéreas possam realocar sua frota e montar uma nova escala de voos. 

Em um voo atrasado, aliás, o estresse pode ser ainda maior, pois o evento cria uma expectativa enorme no passageiro, que fica esperando por horas até saber se e quanto a aeronave vai decolar. 

Além disso, quando o voo atrasa, é comum que a pessoa se preocupe com toda a programação feita para o destino final da viagem. Hospedagem em hotéis, passeios, como fica tudo isso?

A quem o passageiro que passa por esse incidente pode recorrer? Quando isso acontece, além de tentar superar o estresse, o mais recomendado é que o viajante procure a companhia aérea e tente resolver sua situação o mais rápido possível.

Requerer os seus direitos pode ajudar a minimizar os transtornos, já que a companhia aérea é obrigada, por lei, a fornecer assistência aos passageiros que enfrentam transtornos por voos atrasados. 

Overbooking

Imagine chegar ao aeroporto, depois de consultar todo o status de seu voo, e descobrir que a aeronave simplesmente não vai decolar, porque a companhia aérea vendeu mais bilhetes do que deveria? 

O overbooking é outra das situações muito estressantes que uma pessoa pode passar durante uma viagem de avião. Assim como acontece com os atrasos, ela provoca enormes impactos emocionais. 

Isso porque, no overbooking, o passageiro prejudicado tem de esperar que a companhia aérea possa encaixa-lo em outro voo, o que pode custar toda a programação feita. 

Se prevenir de um overbooking é difícil, pois esse evento é de inteira responsabilidade da companhia aérea. Contudo, assim como nas duas situações anteriores, a legislação obriga as empresas a dar assistência aos viajantes, providenciando hospedagem, deslocamento ou mesmo alimentação. 

Embora não possa acabar com o estresse vivenciado pelo overbooking, a assistência ajuda a diminuir os impactos emocionais e tentar resolver a situação o mais rápido possível, o que nem sempre é possível, infelizmente. 

Tripulação rude

Aguardar a decolagem do avião e torcer para que tudo dê certo e o voo chegue no horário correto é algo que causa certo estresse. Agora, imagine o grau de nervosismo que pode provocar voar por horas a fio com uma tripulação rude?

Para quem está ali, na aeronave, a trabalho, a pressão para que tudo dê certo é enorme. Centenas de vidas estão nas mãos de pilotos e co-pilotos, enquanto os comissários de bordo lidam com pessoas com diferentes temperamentos. 

Mas isso não é justificativa para que uma tripulação rude acabe com a viagem de uma pessoa, não é mesmo? Descontar sua frustração e seu cansaço em terceiros pode apenas contribuir para piorar o estresse. 

Caso esteja em uma aeronave onde tenha de lidar com uma tripulação rude, o recomendado é reportar a situação à companhia aérea, identificando o horário do voo e seu destino, para que as medidas possam ser tomadas. 

Pessoas barulhentas

Por fim, um dos maiores motivos de estresse em viagens de avião podem ser os próprios passageiros. Imagine voar por horas a fio com pessoas barulhentas, inconvenientes, que não sabem ocupar seu próprio lugar?

Aqui, a tripulação pode ser uma aliada, tentando amenizar o incômodo causado por essas pessoas. 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *